sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

FINALMENTE UM AVANÇO PARA A DEFESA CIVIL E ATÉ PARA GOVERNOS IMPLANTAREM UMA GESTÃO AMBIENTAL USANDO A TECNOLOGIA DIGITAL COMO FERRAMENTA


Alerta de desastres naturais por SMS será implantado em todo país e agora já tem mais de 1 milhão de pessoas cadastradas para receber o serviço no seu celular

Anatel já tem como integrar a população com estas informações


Desde setembro passado Andrey Aguiar nos informava por e-mail sobre a oportunidade do sistema digital para prevenção e defesa de desastres naturais. A maioria dos desastres no Brasil (mais de 80%) está intimamente relacionada às instabilidades atmosféricas, responsáveis pelo desenvolvimento dos desastres naturais, dos quais estão as inundações, vendavais, tornados, granizos e deslizamentos de terra.Todo o mundo está sujeito a sofrer com desastres da natureza. Para que ninguém seja pego de surpresa, foi aprovado já há quatro meses e agora está sendo ampliado o Sistema de alerta de riscos de inundações, alagamentos, temporais, perigo de deslizamentos de terra, para todo o Brasil. Quem fará o controle será o Cenad (Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres), com apoio de grupos da Defesa Civil dos estados e e das prefeituras de todas as cidades brasileiras, em toda região. A decisão de expandir o projeto piloto, que já estava funcionando desde outubro em alguns municípios do estado de Santa Catarina e do Paraná, foi tomada pelo grupo de trabalho liderado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Fazem parte desse grupo: Sindetelebrasil (Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoa), ABTA (Associação Brasileira de TV por Assinatura) e o Cenad. Por aqui no interior paulista desde novembro já está funcionando para os usuários de Smartphones que se cadastraram. Até março de 2018, o sistema estará operando em todas as regiões do país. 


As novas ferramentas para a defesa civil

Atualmente já foram contabilizados 697 alertas através de 5,3 milhões de mensagens entre Santa Catarina, Paraná e São Paulo. O sistema envia mensagens de celular (SMS) aos usuários, alertando em caso de iminência de desastres naturais. O serviço começou a ser implantado em vinte municípios de Santa Catarina, os primeiros ou pioneiros desde de fevereiro de 2017, atendendo mais de 500 mil habitantes. Em junho, o projeto expandiu para mais cinco cidades do Paraná, beneficiando cerca de 100 mil moradores. O planejamento é de que, depois de instituído em todo o Brasil, empresas de TV a cabo (por assinatura) também sejam utilizadas para as receber e divulgar as notificações de risco ambiental ou de perigo de acidentes naturais.

Os mais variados tipos de...

 ,,,desastres naturais já podem ser previstos...

...com SOS pelo menos 3 horas de antecedência



Devido ao fato do nosso território nacional ter uma grande dimensão, a implantação do sistema acontecerá por etapas. Foram separados nove grupos compostos por estados, e a ordem de implantação vem sendo a seguinte:
  1.     Santa Catarina, Paraná, São Paulo
  2.     Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo
  3.     Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás
  4.     Distrito Federal, Mato Grosso, Tocantins
  5.     Bahia, Sergipe, Alagoas
  6.     Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte
  7.     Ceará, Piauí, Maranhão
  8.     Pará, Amapá, Acre
  9.     Amazonas, Rondônia e Roraima 
A tecnologia digital pode integrar mais a pessoa ao clima, ao ambiente



As prestadoras de serviço de telefonia móvel ficaram responsáveis por encaminhar à Anatel as datas para implantação do sistema nos estados. Toda essa nova estrutura de serviço começou com uma ideia já utilizada no Japão em 2007. Hoje em dia, mais de vinte países, como Canadá, Bélgica e Chile, utilizam ferramentas semelhantes para informar seus cidadãos e proteger vidas.

Através de SMS aos celulares proteção de muitas vidas


O cadastro acontece através de mensagem no celular, convocando para aderir ao projeto. A mensagem que chega a seu celular é a seguinte: Defesa Civil Nacional  informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos. Para se cadastrar responda para o nº 40199 com CEP da sua cidade. Após responder, o usuário receberá uma mensagem informando que o seu número de celular está cadastrado no sistema. Caso não queira o serviço – que é gratuito – poderá cancelar também por mensagem de celular. Enfim, um serviço útil, gratuito, rápido e contemporâneo a bem da segurança das pessoas, serviço que tende a ser ampliado cada vez mais, também em outros setores da nossa vida atual, como segurança e saúde pública, trânsito, focos de violência, a tecnologia contemporânea precisa mesmo ser utilizada a bem da população, de nossa cidades e até para facilitar a implantação duma gestão governamental do clima e do ambiente, algo que ainda não existe no Brasil hoje. 

 
Está na hora mesmo da tecnologia ser usada mais a serviço da população

(Na seção de comentários deste blog de ecologia e de cidadania mais informações, opiniões e mensagens sobre este novo serviço digital de utilidade pública, confira)


Charge sobre este tipo de sistema implantado também no Chile


Fontes: Anatel – Cenad – Smart Cities
              folhaverdenews.blogspot.com

9 comentários:

  1. Estes alertas via SMS em celulares de quaisquer pessoas já estão sendo enviados a mais de 1 milhão de brasileiros já cadastrados no sistema, um serviço gratuito que todos precisam aderir para a proteção em caso de inundações, alagamentos, temporais, deslizamentos de terra, desbarrancamentos de estradas e outras ocorrências de desastres naturais cada vez mais comuns na realidade agora em que o clima e o ambiente andam muito estáveis e representam também perigo à vida.

    ResponderExcluir
  2. Caso você esteja interessado pode se cadastrar no chamado Sedec (Serviço Nacional de Proteção e Defesa Civil), que é um órgão oficial ligado ao Ministério da Integração Nacional e operado pela Anatel.

    ResponderExcluir
  3. "Em alguns casos, o sistema previne alguns tipos de desastres com até 30 horas antes, no meu caso, 3 horas antes duma chuva de granizo com efeitos muitos graves eu fui alertado pelo meu celular e pude evitar o pior": comentário de José João Novaes, de Curitiba (Paraná) que em outubro escapou de desastre na zona rural de sua região.

    ResponderExcluir
  4. "Eu já tinha me informado pela Internet que esta tecnologia japonesa já está implantada há mais de 10 anos, no Japão existe uma empresa que se chama Furukawa, que já vem conseguindo eficiência na prevenção de vários tipos de desastres naturais, até com sensores ótimos que previnem desde o volume das chuvas a acontecimento de grande alcance do clima e do ambiente": comentário de Maria Helena Portho, de São Paulo, TI.

    ResponderExcluir
  5. Você pode colocar direto aqui nesta seção o seu comentário ou se quiser envie a sua mensagem pro e-mail da redação do nosso blog de ecologia e de cidadania: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  6. Vídeos, fotos, material de informação ou até também sua mensagem você pode enviar também pro e-mail do nosso editor de conteúdo deste blog de cidadania e de ecologia padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. "O que eu achei mais legal no enfoque esta matéria aqui foi a visão da tecnologia digital a serviço também da gestão ambiental no país, sem isso, não teremos um desenvolvimento sustentável de verdade"; comentário de Mário Humberto, engenheiro ambiental pela USP.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Translation

translation