segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

INVESTIR EM ECOLOGIA TANTO QUANTO EM ECONOMIA É A ESTRATÉGIA PARA CRIARMOS DESDE JÁ UM FUTURO SUSTENTÁVEL AQUI OU EM TODO E QUALQUER LUGAR DA TERRA

Propondo um futuro sustentável a Unesco prioriza a ecologia, a cultura, a educação e as novas gerações (além de cientistas, ecologistas, artistas e técnicos ambientais também):isso inclui respeitar o passado mas também mudar e criar nova forma de viver

 

1º passo é recuperar a ecologia do ambiente


Em resumo criar um novo tipo de vida

 









A sociedade ecológica é uma comunidade educada em todas as suas dimensões, argumenta em seu site a Unesco da ONU: "Investir em educação é fundamental para alcançar o desenvolvimento sustentável, a erradicação da pobreza, a equidade e a inclusão social, a educação detém a chave para a produtividade e para uma virada sustentável, recuperando a ecologia, para também melhorar os níveis de saúde e de nutrição, de renda e de meios de subsistência, criando uma condição ideal para o alcance de todos os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) e as metas do Compromisso da Educação para Todos (EPT): nenhum país jamais elevou seu nível de desenvolvimento humano e social sem constante investimento em educação", resume o documento que circula estas informações nos bastidores das reuniões e dos trabalhos da Organização das Nações Unidas. Esta informação também hoje em dia abastece a luta dos cientistas, ecologistas, economistas e até políticos de boa vontade que buscam equacionar mudanças e avanço necessários à implantação de outra realidade, através dum desenvolvimento sustentável que, na verdade, ainda não existe de fato em nenhum dos países na atualidade do planeta, por aqui no Brasil, muito menos ainda. Por enquanto é um projeto de mudanças e/ou um sonho de avanços. 




Hoje em dia, o que é urgente e fundamental ser enfocado, conforme diversas manifestações de defensores do movimento ecológico, científico, de cidadania e dum novo formato da própria economia: nosso país e todos os países precisam investir a partir de agora em ecologia quanto quando investem em economia.  Colocar nem mesmo nível de prioridade na gestão pública todo o setor socioambiental com o do planejamento econômico, este pode ser o primeiro ponto essencial para mudar e avançar a atual realidade. 

...a natureza e a cidade se unem mais...



Sem mudar a atual estrutura econômica, a realidade ecológica é apenas uma utopia, já propagavam os pioneiros do movimento de criação do futuro. Sem conter is efeitos violentos das injustiças e desigualdades de renda e de informação, impossível se construir uma vida sem violência. Agora mais um ponto vai se definindo nas mais variadas lutas pela sustentabilidade se concretizar, seja no Brasil seja em todo país: o desenvolvimento sustentável só será alcançado com um equilíbrio estratégico entre os interesses econômicos com os ecológicos. Tal realidade parece até impossível em meio ao dia a dia dum país ruralistas ou desenvolvimentista, porém, cabe a nós, os mais independentes ou descompromissados com o poder, pesquisar e adiantar as informações e as práticas deste novo equilíbrio para viabilizar a criação dum futuro sustentável. 

Os estudantes são vitais para mudar e avançar a realidade

Só mais um pormenor da maior importância nesse debate: pelo potencial dos nossos recursos naturais, o Brasil pode ser um dos primeiros países a estruturar o desenvolvimento sustentável, levando em conta também que nesse momento precisamos com a mesma urgência encontrar novas soluções e alternativas, algo que pode vir a abrir caminho para uma gestão governamental ao mesmo tempo econômica e ambiental, para tanto, a cultura econômica ecológica precisa ser posta em prática o mais rápido possível e da forma mais estrutural nestes próximos anos. Os brasileiros poderemos de quebra, mudando e avançando neste sentido, sermos uma vanguarda internacional, à frente até dos países da Europa, dos Estados Unidos, do Japão e da China, como tudo está ainda em formação ou em reformulação por aqui, na opinião de muitos especialistas que debate a realidade agora, o Brasil tem a chance de ser nº 1 na criação dum futuro sustentável, algo que será importante para todos em nível planetário. (Antônio de Pádua Silva Padinha)



A arte, o design, a web, a cultura, tudo pode ajudar essa virada

Confira a seguir mais algumas informações, mensagens e opiniões sobre esta pauta na seção de comentários aqui no nosso blog) 
Os filhos de Caetano e...
e toda uma nova geração da MPB avançam...



Os projetos mais avançados começam com uma valorização da ecologia



Fontes: Unesco - ONU - Reuters
             folhaverdenews.blogspot.com
           

9 comentários:

  1. Para exemplificar a luta pelo futuro desde já sendo levada pelo movimento ecológico, científico e de cidadania, em varias frentes, ações, críticas e propostas, enfocamos uma iniciativa que está acontecendo neste fim de semana no Rio de Janeiro.


    ResponderExcluir
  2. O projeto em defesa do meio ambiente Sou Rio Sustentável, iniciado neste domingo (21) com ações ambientais e sociais na Praia do Arpoador, zona sul carioca, servirá de modelo para todo país. Durante este domingo, participantes do projeto limparão o lixo flutuante do mar, na Pedra do Arpoador e no Parque Garota de Ipanema.



    ResponderExcluir
  3. "A limpeza do mar tem apoio logístico da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), que dará destino adequado ao lixo coletado, enquanto resgatistas profissionais ajudarão nos cuidados com gatos e cães abandonados, que serão encaminhados para tratamento veterinário, castração e doação. Decidimos a equipe trazer para o Rio de Janeiro a experiência piloto desenvolvida no Rio Grande do Sul e Santa Catarina por causa dos inúmeros problemas ambientais da cidade. O Sou Rio Sustentável será replicado para várias cidades brasileiras, onde ganhará o nome de cada localidade. A expectativa é ativar, em março, o projeto Sou POA Sustentável, em Porto Alegre, contra o despejo de lixo no Rio Guaíba; e Sou Floripa Sustentável, na capital de Santa Catarina, implantando em seguida em outras partes do país. A ideia é atacar um problema ambiental, com destaque para o desmatamento no meio rural e a poluição nas cidades": comentário Flávio Costaleites, que é o criador e um dos coordenadores deste "projeto de revalorização da ecologia no dia a dia da gente", como ele ainda explicou.

    ResponderExcluir
  4. Nas próximas horas, aqui nesta seção, estaremos postando mais comentários, informações, mensagens, aguarde, confira e participe você também desta luta para com críticas e com ações práticas lutar por uma revalorização da ecologia, ponto chave para que possamos criar todos juntos um futuro sustentável.


    ResponderExcluir
  5. Você pode por aqui direto a sua opinião, se precisar, envie a sua mensagem para o e-mail da redação deste blog que aí a gente posta a sua mensagem: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  6. Material de informação, vídeos, fotos, mensagens e tudo mais você também pode enviar diretamente pro e-mail do nosso editor de conteúdo desde blog, mande para padinhafranca603@gmail.com


    ResponderExcluir
  7. "É fundamental preparar jovens para conseguirem empregos tipo verdes, para se adaptarem a um ambiente físico mutável e para transformarem padrões de produção e de consumo insustentáveis. A EDS deve ser fortalecida e promovida em todos os níveis e em todos os contextos educativos ao longo da vida. Isso exige a integração da educação para o desenvolvimento sustentável nas políticas educacionais e nas práticas nacionais relevantes de educação; demanda o desenvolvimento de mecanismos eficazes para vincular os objetivos do aumento do mercado de trabalho ecológico a programas educativos, especialmente por meio da educação técnica e profissional e do treinamento vocacional; e exige a reforma formal e não formal dos sistemas educacionais, a fim de preparar homens e mulheres jovens para este novo mercado de trabalho e avançar a força de trabalho que possa executar esta mudança": comentário também do documento da Unesco, que coloca como prioridade para o desenvolvimento sustentável a educação das novas gerações.

    ResponderExcluir
  8. "Curti muito, parabéns ao Gustavo Lopes, Gustavito e Chico do céu por esta música Lembrete, uma letra realmente poética e mais, profética, sobre os verões que virão": comentário de Teodoro Santos, de Ribeirão Preto, São Paulo, e da USP.

    ResponderExcluir
  9. "Parece que essa canção Lembrete é de Luiz Gabriel Lopes e Teo Nicásio, um videoclip show, nota dez, esta música pode ser o tema da geração": comentário de Maria Inês Girardi, de São Paulo, musicóloga.

    ResponderExcluir

Translation

translation