segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

SANTO SEPULCRO (MEMÓRIA DE JESUS EM JERUSALÉM) ESTÁ SENDO FECHADO POR CULPA DE COBRANÇA DE IMPOSTOS OU POR AMOR AO DINHEIRO

Líderes cristãos de várias religiões e culturas lamentam o fechamento da igreja sepulcro e todo mundo critica a prefeitura de Jerusalém por sua voracidade fiscal detonando o valor maior daquela realidade mística




Arqueologistas da National Gepographic já confirmaram o local...

 
...como o sepulcro onde foi enterrado por 3 dias e noites Jesus

Wadi al Hosseini, muçulmano, guardião do Santo Sepulcro


A grande mídia brasileira assim como o algoz americano Trump nem estão comentando este fato mas por todo o planeta a EFE, a Agência Lusa, Abir Sultan e pór aqui os sites da Istoé e Terra registram este acontecimento lamentável:  o Santo Sepulcro de Jerusalém, o local onde, segundo a tradição, Jesus Cristo foi sepultado, fechou neste domingo agora por tempo indeterminado e por ordem das principais autoridades religiosas, o fechamento é um protesto contra a decisão de Israel de fazê-las pagar o imposto sobre bens imóveis, do qual estão isentas há décadas.Uma medida ao estilo de Donald Trump que assola hoje o mundo. Em uma conferência em frente ao santuário, o local mais sagrado para os cristãos de várias religiões e filosofias, Theophilos III, o patriarca de Jerusalém, Francesco Patton, custódio de Terra Santa, e Nourhan Manougian, patriarca Armênio da cidade, leram nesta manhã um documento de protesto e anunciaram o fechamento do templo. Segundo eles, há na verdade por trás destes fatos uma campanha contra os cristãos na cidade, algo que chegou recentemente a um nível sem precedentes, com as escandalosas ordens da prefeitura de Jerusalém de sequestrar bens das igrejas, propriedades e contas bancárias, de modo a fazer frente a impostos municipais punitivos. Quiseram causar um escândalo político, detonaram a autoridade moral israelense e com certeza, a maioria dos judeus também, não só palestinos, são contrários a esta (digamos) profanação da memória: "Não há dívida fiscal que justifique uma violência conta a história de Jesus em Jerusalém", foi o comentário do editor de conteúdo aqui do blog da ecologia e da cidadania Folha Verde News ao editar estas informações apocalípticas, na opinião do ecologista Antônio de Pádua Silva Padinha. Confira a seguir mais informações. 

Gente de todo mundo e de toda tendência cultural respeita o túmulo de Jesus


“Nós, os líderes das Igrejas responsáveis pelo São Sepulcro e o Status Quo dos diferentes lugares sagrados cristãos em Jerusalém – o Patriarcado Grego Ortodoxo, a Custódia da Terra Santa e o Patriarcado Armênio – acompanhamos com grande preocupação a campanha sistemática contra as igrejas e as comunidades cristãs na Terra Santa”, relata em suma o documento de protesto contra a supervalorização do dinheiro diante dum valor muito, muito, muito maior.

Recentemente houve invasão e roubo no local sagrado

O fechamento por problema fiscal da prefeitura de Jerusalém


Aliás, as últimas decisões da Prefeitura e Câmara Municipal de Jerusalém "rompem os acordos existentes e as obrigações internacionais que garantem os direitos e privilégios das igrejas, no que parece uma tentativa clara de debilitar a presença cristã em Jerusalém”.
As principais vítimas dessas decisões obscuras, advertem, serão “as famílias pobres, que ficarão sem comida e casa, e as crianças, que não poderão ir ao colégio naquela igreja". 

 Muçulmanos são os guardiões do Santo Sepulcro há 20 séculos


Wadi al Hosseini, guardião das chaves do Santo Sepulcro, o homem que abre e fecha aquele lugar fora do comum todos os dias, informou que a prefeitura “está pedindo às igrejas que paguem muito dinheiro em impostos e isso nunca aconteceu por aqui  nem mesmo no período Otomano, no Mandato Britânico ou no jordaniano”, comentou Hosseini, classificando o fato como um "retrocesso cultural". Ele  citou também o lado humanitário que esta taxação está atingindo, "É algo que se trata dum imposto municipal de bens imóveis agora incidindo sobre “centros religiosos, escolas e asilos de peregrinos”. 

Arte de 1000 anos sobre morte, sepultamento e ressurreição de Jesus

 
(Confira na seção de comentários deste nosso blog de ecologia, cidadania e não violência outras informações, mensagens e opiniões sobre este fato do mais triste conteúdo)


O fechamento por questão financeira do túmulo de Jesus em Jerusalém...

...este fato gerou protesto de pessoas de várias religiões, tendências e países


Fontes: EFE - Agência Lusa - Abir Sultan - Istoé - 

8 comentários:

  1. “Os gregos, católicos e armênios me pediram que fechasse a igreja. Portanto, pedi a todo mundo que saísse e fechei. Espero que o problema se resolva. Se não, serão dados novos passos e o papa pedirá aos peregrinos que não viajem à Terra Santa até que haja solução”comentário de Wadi al Hosseini, guardião das chaves do Santo Sepulcro, lembrando ainda na sua crítica que “o local nunca tinha sido antes fechado por motivos políticos, em mais de vinte séculos em que ops muçulmanos são os responsáveis por guardar o túmulo".

    ResponderExcluir
  2. "Após análises no local conhecido como túmulo de Jesus Cristo, na Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém, Israel, cientistas gregos descobriram que os materiais usados na construção do jazigo datam da época dos romanos. A informação acaba de ser divulgada pelo site da revista americana National Geographic, que produziu um documentário sobre o local sagrado dos cristãos em outubro de 2016": comentário da notícia na agência EFE.

    ResponderExcluir
  3. Segundo os resultados obtidos pelos especialistas da Universidade Nacional Politécnica de Atenas, da Grécia, a sepultura que hoje é visitada por católicos, ortodoxos gregos e pelos coptas egípcios e sírios, sobreviveu à destruição da basílica há mil anos – foi atacada e destruída no ano de 1009. Mais tarde, ela foi reconstruída pelos cristãos. Essa nova obra fez com que os cientistas duvidassem o local pudesse, de alguma forma, ter recebido os restos mortais de Cristo. Mas as análises mais recentes indicam que ali deve estar mesmo a pedra túmulo de Jesus": comentário na BBC.

    ResponderExcluir
  4. "Com as suas análises recentes, equipe de experts em história e arqueólogos gregos confirmaram que os restos de calcário do interior da igreja são oriundos de uma sepultura colocada lá pelos antigos romanos. A data aproximada da construção do jazigo original foi identificada como 345 d.C.
    Até então, a única datação que se tinha do Santo Sepulcro havia sido feita no período das Cruzadas (expedição católica à Terra Santa que ocorreu entre os anos de 1095 e 1291). Por isso, a informação que se tinha era de que o jazigo não tinha mais de mil anos de idade. Agora, as datas estão muito mais próximas da ocorrência dos fatos": comentário na Agência Lusa.

    ResponderExcluir
  5. "Os cientistas da Universidade Nacional Politécnica de Atenas aproveitaram as obras de restauração do sepulcro para coletar amostras de argamassa de diferentes pontos da Edícula, nome dado ao templo que encerra o túmulo no interior da basílica do Santo Sepulcro. A National Geographic faz questão de alertar que, do ponto de vista científico, ainda não é possível determinar que o túmulo realmente teria pertencido ao Jesus de Nazaré da Bíblia, mas sim, que a construção original do complexo tumular coincide, de forma segura com a época do imperador romano Constantino, o primeiro líder cristão de Roma. Um sinal de que o mito pode ser a realidade no caso deste túmulo em Jerusalém": comentário de Wadi al Hosseini, guardião muçulmano das chaves do Santo Sepulcro em matéria na BBC News.

    ResponderExcluir
  6. Você pode colocar aqui a sua opinião ou mnensagem ou então mandar um e-mail para a redação do nosso blog navepad@netsite.com.br e/ou enviar vídeos, fotos ou informações diretamente pro e-mail do nosso editor de conteúdo padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. "Uma reportagem fora do comum e não vi essa notícia em lugar nenhum, vou procurar mais informações no site Google e depois mando para vocês": comentário de Isaias Fiori, formado em História pela Unesp e atuando em editora de São Paulo.

    ResponderExcluir
  8. "Destes fatos, o fechamento do Sepulcro por protesto contra a prefeitura de Jerusalém e a notícia dum roubo nesta igreja ecumênica, a pior hipótese na minha opinião vem dum comentário que ouvi em emissão de rádio da BBC que há um movimento contra os cristãos em Israel, no mundo não há só Trump de louco": comentário de Lúcia Alcântara do Val, que é de Lisboa mas trabalha em São Paulo como advogada, Direito Tributário. Ela nos manda considerações técnicas que vamos levar em conta e depois divulgar, abraços e paz.

    ResponderExcluir

Translation

translation