quarta-feira, 22 de agosto de 2018

NASA DETECTA MAIOR ESCASSEZ DE ÁGUA EM ALGUMAS REGIÕES DA TERRA: NO BRASIL JÁ EXISTE TAMBÉM O MAPA DOS MUNICÍPIOS MAIS AFETADOS PELO CORREDOR DA SECA QUE CHEGA ATÉ AQUI

A falta de água será uma das marcas deste século 21 conclui um estudo da agência espacial americana que está sendo divulgado também pela revista Nature 


Mapeados pela Nasa pontos mais secos daTerra
O corredor da seca chega também aqui à região


Utilizando dados de satélite colhidos  durante os 4 últimos anos com o objetivo de identificar as tendências globais, a pesquisa da Nasa que utilizou também informações de satélites concluiu que está mais difícil conseguir água entre os trópicos e as latitudes mais altas do planeta. Entre todos  pontos analisados,  19 deles estão em situação bem mais grave, por exemplo, algumas regiões na Califórnia, no norte e no leste da Índia, no Oriente Médio e na Austrália.  No caso do Brasil há alguns pontos críticos (confira a seguir no próximo bloco de texto aqui no blog da ecologia Folha Verde News). De acordo com todos os dados da Nasa e da revista Nature, que por aqui estão sendo postados também no site de notícias Terra,  já se sabe que em Xinjiang, província no noroeste da China, as chuvas até se mantêm na média, mas o consumo da água para a indústria, para a agricultura vem aumentando excessivamente. Pelos mesmos motivos, o Mar Cáspio também está encolhendo, inclusive esta má situação ambiental já levou por ali na Ásia o Mar de Aral, que fica mais a leste, à agonia. no período entre 2002 e 2016. 



Plantio em massa também em torno das águas que restam é uma das alternativas sustentáveis de solução



O Brasil tem 16% dos seus municípios enfrentando problemas de escassez hídrica, cidades grandes, como Brasília e São Paulo, sofrem com uma situação que cresce a cada ano, convivendo cada vez mais com a estiagem, o país que acumula 12% de toda a água doce do mundo, poderá vir a ter cerca de 20% de suas regiões enfrentando problemas de escassez hídrica. Os dados estão divulgados em matéria do jornalista Pedro Grigori (PG) em uma edição especial do jornal e site Correio Braziliense, resumindo algumas das principais conclusões do 8º Fórum Mundial da Água que agora em 2018 foi realizado no Distrito Federal, ambientalistas e pesquisadores de todo o país e de mais de 60 países participaram dos debates e dos levantamentos, foi feito um roteiro oficial dos problemas causados pela falta de água nas regiões que se destacaram mais pela falta de água. Norte de Minas Gerais, algumas zonas do Espírito Santo, a nossa macrorregião (pela natureza rica em recursos hidrominerais) no entanto vem secando, tanto devido à crise planetária do clima e os desequilíbrios locais do meio ambiente, como também pela falta duma gestão ambiental sustentável por parte dos governos federal, estadual e municipal em quase 30% das áreas rurais e urbanas numa longa faixa que vem nesse corredor da seca que é mais grave no Nordeste brasileiro, no Cerrado, no Semiárido, entrando já pela Serra da Canastra, chegando ao sudoeste mineiro, ao nordeste paulista e até invadindo o centro do Brasil onde a desertificação aumenta cada vez mais: urgente plantio de árvores nativas em massa, despoluição, correção de erosões e voçorocas, recuperação das águas das nascentes, córregos e rios antes que se forma um deserto no interior do país.


Corredor da seca obriga ao uso de energias Solar e Eólica

Está secando também o norte e sudoeste mineiro até a nascente do São Francisco fica cada mais com menos água


(Confira na seção de comentários mais informações e também opiniões e mensagens dentro desta pauta urgente)



Falta de água e de gestão pública é também uma das causas...

...de chuvas e de águas cada vez mais escassas



Fontes: Nasa - Terra - Nature - Correio Braziliense - El Pais
              folhaverdenews.blogspot.com.br


5 comentários:

  1. Logo mais estaremos postando aqui comentários que já começaram a chegar, aguarde a nossa edição desta seção do blog, venha conferir e também participe coloque aqui sua opinião ou nos envie sua mensagem para o e-mail da redação do nosso blog que aí postamos para você, mande sua mensgaem para navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  2. Vídeos como este que estamos postando hoje nesta webpágina, fotos, material de informação, críticas ou sugestão de matérias você pode também enviar diretamente pro e-mail do nosso editor de conteúdo padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Já recebemos algumas mensagens e a seguir já postamos a 1ª que chegou à redação do nosso blog, confira. "Estive em Brasília para participar do 8º Fórum da Água como produtor de arte e cultura ecológica e infelizmente vi que deram mais espaço a governadores ou políticos do que a pessoas ou a entidades da sociedade civil, esse problema da seca ou da água cabe mais a cientistas e ecologistas": comentário de Flávio Santos, de São Paulo, integrante do grupo SOS Água que faz performances de teatro e de música para estimular a cultura ambiental da população.

    ResponderExcluir
  4. "Eu estou falando aqui da Lapa, zona oeste de São Paulo, numa hora dessas não tem uma gota d'água nas torneiras e olha que estamos na maior cidade do Brasil, a seca é mesmo um drama e a falta de gestão dos políticos é que agravou tudo": comentário de Rogério Pontes, de São Paulo, que nos enviou um audio sobre a situação do seu bairro na capital paulista e que tem tudo a ver com a nossa matéria de hoje.

    ResponderExcluir
  5. "Segundo o instituto Climatempo aumentou um pouco a umiodade no estado de São Paulo que nesses dias estava com clima de deserto. Os meteorologistas informam que pode ser que nesse sábado e domingo venha a região em grande -parte do Sudeste, uma chuva surpreendente, como a que teve 10 dias atrás. Tomara mesmo que chova mas esse respiro se deve à natureza e bênção de Deus porque não há ação pública e política para brecar o corredor da seca": comentário de Hélen Moreira da Silva, de Ribeirão Preto (SP), formada em Geografia pela Unesp de Araraquara.

    ResponderExcluir

Translation

translation