terça-feira, 2 de outubro de 2018

A ERA DAS MULHERES: NÃO SE TRATA SÓ DO SONHO DOS HIPPIES NEM APENAS DE COSMOBIOLOGIA MAS HISTÓRIA HUMANA E CULTURA DA VIDA NA REALIDADE AGORA

No caso do Brasil a manifestação das mulheres no último fim de semana (Ele Não) já dimensiona esta realidade ou uma nova era (o record mundial de Maya Gabeira também) e se a vida ainda não é nova, ela será criada de forma sustentável e coletiva por todos nós, poderá ser detectada de repente por alguma pesquisa contemporânea seja de Psicologia ou de Sociologia e parece já estar em ação revolucionando a vida da gente




 1ª cientista mulher da história a ganhar Nobel de Física 

PhD Drª Joana D'Arc virou celebridade do interior do país


Transição para Era de Aquário: além do viés astrológico é o tema do livro "O Fim da Moda", de Brendam Monroe, matéria  de Regina Silveira no site Medium, que já vinha debatendo sobre isso previamente. É crescente a busca das pessoas por respostas que estão além dos interesses de consumo, das ciências, das tecnologias e da matéria. As evidências de uma nova consciência coletiva estão por todos os lados: meditação e yoga já chegaram a muitas organizações para auxiliar no desenvolvimento humano, produtos de origem animal não são consumidos pela geração vegan que busca equilíbrio na alimentação e valoriza a produção local, lugares tido como mágicos como Piracanga e Alto Paraíso no antigo sertão são roteiros cada vez valorizados no ecoturismo e a velha astrologia nunca foi tão popular, embora hoje já tenha se desenvolvido como algo mais amplo, a Cosmobiologia, onde aumentou a procura também da arte ou da cultura alternativa, do autoconhecimento ou da liberdade de expressão em especial do ponto de vista feminino na vida.


Elis Regina foi uma pioneira do movimento da mulher

Maya Gabeira se tornou recordista pela WSL conseguindo superar uma onda de mais de 25 metros em Portugal

Marta mostrou pela 6ª vez a força da mulher na bola

Olhe para a time line de qualquer rede social e você verá frases de auto-ajuda, posições de yoga, dicas de trilhas e passeios para contato mais direto com a natureza. Para alguns, pode ser somente uma onda passageira, mas faz parte duma cultura da vida e tem um valor de transformação da realidade atual. Os hippies dos anos 60 sonhavam com paz e amor, a partir do século 21 o que aumentou foi a violência. Mas há realmente algo de grandioso acontecendo, muitas tendências diferentes têm surgido, como do consumo consciente, apoio ao empreendedorismo, à colaboração, à busca e realização das utopias e a liberdade da mulher não apenas no sexo ou na relação com o homem mas em meio ao mercado de trabalho e à quebra de tabus ou preconceitos, tudo isso pode sim ser visto como sinais da era de aquário. E ela se define cada vez mais como a era das mulheres, cada vez mais líderes na economia, na ciência, na política, nas artes, na comunicação, na realidade.  


Os hippies previram a Era de Aquárius

Raízes do movimento no pacifismo dos anos 60

Estamos entre o flower power e a era feminina

"Estamos saindo da era de Peixes e entrando ou já numa transição para a nova era de Aquário, as datas de início exato de cada tempo cósmico variam de acordo com diferentes linhas de pensamento, pois assim como a passagem do dia para a noite não acontece de uma hora para outra, existe uma passagem, como a primavera entre o inverno e o verão, é mais ou menos esse momento que estamos atravessando na Terra", fala em tom profético ou  místico o produtor cultural e acupunturista Leão Santos, citando Brendam Monroe e concluindo: "Já estamos numa era feminina, é o tempo das mulheres". Cá entre nós se a gente olhar a realidade em torno de nós, isso está mesmo acontecendo no dia a dia da vida aqui e em todo lugar do planeta. Por exemplo, até por aqui no interiorzão do Brasil, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo, na região de cidades como Claraval, Capetinga, Cássia, Ibiraci, Franca, Ribeirão Preto mulheres comandando a economia do café, que antes era machista ao extremo, numa rede apoiada pela Aliança Internacional das Mulheres do Café (IWCA). Os tempo estão mudando mesmo e a era do poder feminino está chegando. Se ainda não é, será. (Antônio de Pádua Silva Padinha, ecologista e editor deste blog)  


O sonho de amor e paz se transformou em violência



 De vítima Maria da Penha se tornou lei de não agressão


Marielle Franco virou ícone da violência


 Maior modelo do mundo Gisele popularizou a ecologia

 Marina Silva enfrenta o machismo na política

Sabemos como começou mas não como vai acabar

 Deus nos perdoe a violência...


Ela vai acabar em primavera?


Fontes: medium - pontoeletronico - BBC - El Pais
              folhaverdenews.blogspot.com


7 comentários:

  1. O texto, as fotos, as legendas, o vídeo, as charges, os fatos, as personagens: na edição de hoje do blog da ecologia em pauta a era feminina.

    ResponderExcluir
  2. Os tempos estão chegados, conclamavam os místicos na virada do século, antes os hippies, os beatnicks, os pacifistas, os amantes da não violência já pregavam esta primavera que chega como uma chuva para atenuar a violência da realidade.

    ResponderExcluir
  3. Logo mais, mais informações, comentários, você pode por aqui a sua opinião ou se preferir ou precisar mande pro e-mail da redação deste blog da gente: navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  4. Vídeos, fotos, material de informação, sugestão de matéria, críticas, você pode enviar também diretamente pro e-mail do nosso editor do blog padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. "Estava aqui no meu dia a dia no Rio e ao invés dum arrastão ou bala perdida, de repente chegou a caravana da Marina Silva e foi para mim a sensação de que esa mesmo virando a coisa e essa poderá ser a era feminina, a vez das mulheres, também na política": comentário de Carlos Eduardo Matos, executivo de vendas, do Leblon, Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  6. "Deus nos perdoe toda essa violência. Ela poderá ainda acabar em primavera? Curti muito esta e outras legendas para tantas fotos nesta matéria que revelam bem a força da mulher e de mudanças na atualidade, espero que a população desperte para este fato": comentário de Ana Luiz Fagundes, de São Paulo, gerente de Informática.

    ResponderExcluir
  7. "O Prêmio Nobel de Química, sobre pesquisa que pode avançar a cura do câncer, foi dado agora em 2018 também a um cientista mulher, ou seja, realmente, são muitos exemplos, situações e personagens, vivemos de fato atualmente a era da mulher": comentário de Izilda Pereira Barros, do Rio de Janeiro (RJ), que nos manda fotos da manifestação das mulheres no fim de semana, agradecemos o material e os elogios, paz aí, Izilda.

    ResponderExcluir

Translation

translation