domingo, 25 de novembro de 2018

PEQUENA HISTÓRIA DA ECOLOGIA QUE HOJE SE TORNOU UM FATOR DE POLÊMICA PARA ALGUNS MAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PARA TODO MUNDO

Pioneiros da ecologiaAtendendo sugestão de internauta que pediu ao nosso blog alguns dados sobre fatos iniciais do movimento ecológico e de cidadania, a gente hoje aqui resume algumas informações nesse conteúdo que fica cada vez com maior importância na realidade: o meio ambiente agora é fator decisivo para a vida de todos nós, de todo país, de todo planeta, de todas as pessoas de todo lugar ou de todas as tendências culturais




Evento alternativo na Bahia que inspirou este post


A gente resume aqui parte do material que enviamos para Marina Castro Silva, de Salvador, estudante na Universidade da Bahia que nos pediu estas informações e que captamos também no site Iped: estes 3 pequenos e curiosos fatos sobre a ecologia sintetizam bem a sua força na atualidade, que vem crescendo deste os anos 60 dos hyppies e do movimento da juventude em todo o mundo. Hoje em dia são tantos os problemas socioambientais e as agressões ou desafios no setor que este movimento se tornou top em sua importância mas muito frágil ainda se levado em conta o poder dos que se opõem a mudar e avançar agora, criando um futuro sustentável no país ou no planeta. Só com um detalhe, se a gente não criar o nosso futuro, ele não existirá...



Águas e todos recursos naturais cada vez mais vitais



O conceito Ecologia ganhou primeiro destaque no ano de 1866 através do  zoólogo e biólogo Ernst Haekel na Alemanha. Ao mesmo tempo que os problemas ambientais, as questões todas relacionadas ao meio ambiente ganharam uma força muito grande nos últimos tempos, especialmente por conta do aumento da consciência das pessoas em relação à finitude dos recursos naturais e essenciais à própria vida, em todos os lugares do mundo. Ela tem papel decisivo em tudo isto que está rolando agora em relação à busca do reequilíbrio do meio ambiente e da natureza que ainda sobrevive. 


Energias limpas e desenvolvimento sustentável tudo a ver

Ernst Haeckel, que é considerado por muitos como sendo um dos principais discípulos de Charles Darwin, o criador da Teoria da Evolução das Espécies, foi um pioneiro destas lutas e deste movimento, que é também e acima de tudo, científico. O termo surgiu da junção de duas palavras gregas: oikos, que significa casa e logia, que significa ciência, portanto, dando origem à ciência da casa, que no caso, seria, nas palavras do próprio Haeckel, “a casa de todos nós os seres vivos”. Apesar de parecer algo tão popular e tão comum na mídia nos dias de hoje, com campanhas de instituições como o Greenpeace pipocando na televisão, na mídia impressa e nas mídias digitais, o fato é que este movimento passou a ganhar as manchetes mais precisamente em 1967, quando um desastre ecológico de grandes proporções levantou questionamentos sobre como os impactos da ação humana poderiam interferir no futuro do planeta. Neste ano, o petroleiro Torrey Cânion sofreu um acidente na costa da França, deixando vazar boa parte de sua carga, derramando óleo no oceano e comprometendo a viabilidade da vida selvagem na região. A questão ganhou tamanho vulto que campanhas foram feitas para conscientizar as pessoas sobre a importância da Ecologia e uma forte pressão sobre as autoridades governamentais de vários países acabou por estabelecer limites para a ação das empresas ao redor do mundo 

Hoje movimento ecológico cresceu muito em todos os setores...
...e as lutas do Greenpeace inspiram todos ecologistas do mundo

Muitos conteúdos de problemas ou de avanços deste movimento cultural, político, científico, alternativo ainda não são assimilados por muita, muita gente ou nem são inseridos nos planos de Governo em muito país (o Brasil também neste caso), infelizmente porque agora a ecologia é tão vital como a economia, dentro do conceito contemporâneo do desenvolvimento sustentável. Você sabia que existe uma taxa ecológica relativa à poluição atmosférica em vigor na Terra? Por conta da quantidade de emissão de poluentes na atmosfera que os aviões comerciais despejam todos os dias, foi criada há alguns anos uma taxa ecológica, que tem como objetivo gerar arrecadação para questões relacionadas ao meio ambiente. Esta taxa ecológica para voos comerciais é determinada de acordo com a distância do percurso e de acordo com a altitude atingida pela aeronave, e estima-se que atualmente, ela seja capaz de arrecadar nada menos do que 2,55 milhões de reais por ano. Para onde está indo este dinheiro? No caso do Brasil, por exemplo, a gente não sabe. 


 Chico Mendes, ícone da ecologia no Brasil

Gonzagão, rei do baião e pioneiro do movimento ecológico


Fontes: iped.com.br - BBC - Google
              folhaverdenews.blogspot.com


8 comentários:

  1. Mais tarde em nova edição desta seção, comentários, outras informações, opiniões e mensagens aqui. Aguarde e venha conferir depois, OK?

    ResponderExcluir
  2. "Matéria importante especialmente pros jovens, que pouco conhecem este movimento de grande valor. Por sinal, pelo jeito, o Desgoverno ambiental vai continuar 2019 afora, acabo de ver as prioridades governamentais e não há uma palavra em termos de gestão de meio ambiente, lamentável": comentário de Josué Ferrieri Sales, de São Paulo, industrial e TI, que nos envia este texto a que se refere, a seguir.

    ResponderExcluir
  3. "O governo de transição prioriza as seguintes áreas: Reformas e Orçamento; Regra de Ouro; Reformas Microeconômicas; Plano Plurianual e Estratégia Nacional; Estruturas e Modelos Organizacionais; Perfil da Força de Trabalho; Remuneração dos Servidores e Centralização das Atividades de Gestão. Também detalha os setores de Gestão de Patrimônio; Governo Digital; Investimentos Prioritários; Concessões e Parcerias e Perspectivas das Estatais, além de Privatização da Eletrobrás e Organismos Internacionais": comentário extraído do site Terra pelo engenheiro Josué Ferrieri Sales, de São Paulo.

    ResponderExcluir
  4. "Vejo como o universo dos seres vivos e a interrelação entre eles e com a natureza, mas a ecologia tem vários setores, defino como a cultura da vida": comentário também do TI de São Paulo, que é industrial e engenheiro eletrônico, Josué Ferrieri Sales.

    ResponderExcluir
  5. "Na Antiguidade Hipócrates e Aristóteles já faziam as primeiras observações ecológicas da história do homem na Terra. No Egito, com a predominância dos Gnósticos, isso cresceu porque viam a natureza como a própria presença divina entre nós": comentário de marta Helena Silva, do Rio de Janeiro e da UFRJ.

    ResponderExcluir
  6. "Depois de Gandhi, que foi um marco nessa história, avançou mais a ecologia humana, a cultura da vida, da não violência e da paz": comentário de Gerson Moreira, produtor cultural da linha alternativa, de Belo Horizonte (MG).

    ResponderExcluir
  7. "Houve na evolução da ecologia três grandes cientistas pioneiros, Ernest Haeckel, Carl Linnaeus e Eugenius Warming, nem se sabe ainda qual deles foi o primeiro a usar esta expressão. Como movimento social, ecológico, ele começou a explodir na década de 60 no século 20 com o movimento da juventude e da liberdade em todo o planeta": comentário de Israel Santos, de São Paulo, formado em Psicologia pela Unesp e atualmente empreendedor.

    ResponderExcluir
  8. "Eu só sei que depois de mais de dois mil anos, a quem chegamos? Hoje o que há é um escassez crescente de matérias primas, incluindo a água, sem o que não há vida, enfim, deixo a pergunta, será que descobrimos a ecologia tarde demais?": comentário de Fernanda W. Alves, de Campinas, São Paulo, pesquisadora, farmacêutica.

    ResponderExcluir

Translation

translation