terça-feira, 22 de janeiro de 2019

DOIS OU TRÊS COMENTÁRIOS SOBRE A FALA AGORA DO PRESIDENTE DO BRASIL EM DAVOS NA SUÍÇA (DISCURSO EM TOM ECONÔMICO)

Para usar uma expressão que todos podem entender o sentimento é hoje de esperança com um pé atrás



O enfoque nº 1 do nosso blog são os recursos da natureza do Brasil que precisa ser a prioridade do governo e de todos


Longe daqui, numa temperatura abaixo de zero, distante também do tom dos seus comícios pela Internet, Jair Bolsonaro procurou adequar a sua fala ao cenário: é que lá está rolando um evento mundial de chefes de estado, ministros e investidores de todo o planeta, ele falou como um economista, mesmo quando se referiu ao meio ambiente. O outro comentário desde já é que tem sido praxe na política dos países (mais ainda no Brasil há muitos e muitos anos) uma realidade que reflete a filosofia de Machiavel, traduzindo em linguagem popular, o povo diz a teoria na prática é outra. Esperamos que desta vez o discurso politicamente correto seja praticado, mas diante de tudo o que tem acontecido, muitos de nós ficam com um pé atrás na esperança. É o que posso sentir nas primeiras manifestações lá em Davos e aqui no país de gente ligada ao movimento ecológico, de cidadania e da criação dum futuro sustentável, Deus queira que todo este movimento e eu estejamos errados desta vez nesta descrença, fruto de sofrimento e de muitas e muitas décadas de falta de gestão ambiental no Brasil. Este é um editorial hoje deste nosso blog da ecologia, da cidadania, da não violência e da criação do futuro sustentável. 


O presidente do Brasil falando hoje em Davos na Suíça



(Mais tarde estaremos postando na seção de comentários algumas repercussões nacionais e internacionais do discurso no Fórum Mundial Global: aguarde e venha conferir depois você também, OK? Mande ver a sua mensagem)


Esta imagem sintetiza o meio ambiente lá


Fontes: Rede Globo - Site Terra
              folhaverdenews.blogspot.com

13 comentários:

  1. "Este blog tem uma vantagem, está sempre me cima dos fatos e não se omite, seja a favor ou contra, opina, sempre favorável à ecologia": comentário de Jonas Perez, engenheiro eletrônico, de São Paulo.

    ResponderExcluir
  2. "Mito": comentário no Facebook do empresário e esportista Tellini, de Belo Horizonte (MG).

    ResponderExcluir
  3. "Durante sua fala, o presidente foi enfático em dizer que não quer um governo com viés ideológico, tocou também na questão ambiental e afirmou que pretende diminuir a carga tributária do país. "Tenham certeza de que, até o final do meu mandato, nossa equipe econômica, liderada pelo ministro Paulo Guedes, nos colocará no ranking dos 50 melhores países para se fazer negócios": comentário de Maria Helena, no site El Pais, presente na cobertura do Fórum Global.

    ResponderExcluir
  4. "Só um parecer, na campanha e quase sempre, o discurso de Bolsonaro era de nacionalismo, mais voltado ao agronegócio do que ao meio ambiente, agora na frente dos poderosos do mundo mudou, talvez para buscar uma imagem mundial positiva, já que vinha recebendo críticas por suas posições alinhadas com Trump": comentário de Marco Antônio Borges, ligado ao Movimento Negro, esportista e esteticista.

    ResponderExcluir
  5. "Participando dum evento com 3,5 mil pessoas de todo o mundo, Bolsonaro preferiu almoçar sozinho, comeu sanduiche": comentário de Jamil Chade, título de sua matéria direto da Suíça, onde está na cobertura para o jornal e site O Estado de3 São Paulo.

    ResponderExcluir
  6. "Curti o editorial e o vídeo desta página hoje": comentário de Reinaldo Dario Sanches, jornalista, do Rio de Janeiro, se preparando para doutorado na UFRJ.

    ResponderExcluir
  7. "Caro amigo Padinha, e espero que ele cuide do meio ambiente ,que sempre a nossa preocupação ,não é fácil ,mas ele vai atender os anseios de todos . Será um novo pais ,conciliando o interesse de todos ,e principalmente não teremos mais corruptos e ladroes": comentário de Antonio de Pádua Verzola, de Franca (SP), através do Facebook.

    ResponderExcluir
  8. "Dos 45 min q tinha q falar usou só 6 min...pelo menos não falou besteira... e bem dele falar pouco e propor pouco e deixar q as redes sociais falem por ele... foi pontual porém não passou firmeza como presidente de um país desse tamanho q é o Brasil ... porém e o primeiro de muitos aos poucos ele vai amadurecendo e vai se soltando e espero e torço q ele sim venha demonstrar ao mundo lá fora q ele sim é um presidente de pulso forte... está é minha opinião": comentário de Henrique Medeiros, do Gedin, grupo de estudantes de Direito Internacional.

    ResponderExcluir
  9. "Não creio, se trata apenas dum discurso protocolar, para inglês ver, nem os megaempresários e outras autoridades presentes no evento acreditam nestas boas intenções, é ver para crer": comentário de Sueli Pereira, advogada militante na OAB e que atua na região de Sorocaba (SP).

    ResponderExcluir
  10. "Se é que me faço entender, o discurso foi um texto tipo entre parêntesis": comentário de Afrânio Santos, estudante da Escola de Comunicação e Artes, ECA da USP, em São Paulo.

    ResponderExcluir
  11. "Dia quente pro Flavio, frio pro papai Bozo que almoçou ''suzim'' no bandejão pra não dar explicação": comentário de Reinaldo Romero, ecologista, Ribeirão Preto (SP), através do Facebook.

    ResponderExcluir
  12. "O isolado alaranjado": comentário de Ralf Amadeu Heleno, do Rio de Janeiro, estuda na Unifacef em Franca (SP).

    ResponderExcluir
  13. "Pois é, falar não é o forte do nosso presidente, também": comentário de Sidclay Prazeres, que no Facebok na sua linha de tempo dá a seguinte mensagem: "O discurso plural geralmente disfarça o objetivo singular".

    ResponderExcluir

Translation

translation