quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

MÚSICA DA CANTORA E COMPOSITORA MINEIRA PAULA FERNANDES PROTESTA CONTRA A TRAGÉDIA DE BRUMADINHO: ELA QUESTIONA - VIVER NÃO VALE NADA?

AtualizaçãoEvacuados hoje cerca de mil moradores das cidades mineiras de Barão de Cocais e Itatiaiuçu eles tiveram que ser retirados de suas casas por ordem da Agência Nacional da Mineração por conta de um alto risco de rompimento destas duas barragens, uma é de mineração de ferro e a outra de aço, ambas da Vale



 Aqui foto Uol de evacuados em Barão de Cocais



Além do que diz nossa voz (Paula Fernandes)


E assim se foram os sonhos, né?
Rolando lama abaixo até
Levou consigo seres bons
Dignidade andava a pé
E assim parou o coração
Daquele que se quer falava
Pagou o preço do descaso
De que viver não vale nada

Qual é?
Eu tenho fé.
Mas só fé
Não basta, né?

A vida não tem repetição
Se vivemos essa vez
Não pode ser em vão.
Vamos unir a nossa fé e agir
Fazer a diferença
A gente vai conseguir
Salvar o que restou
Regar o nosso amor
A Terra só depende de nós
Pra vida renascer
Nós temos que fazer
Além do que diz nossa voz

 #brumadinho #minhahomenagem


Paula Fernandes é mineira de Sete Lagoas e assim...

...sentiu talvez mais ainda o que aconteceu em Brumadinho....

...com a natureza e com a população perto do Rio Paraopeba...


...pela destruição causada pela mineradora Vale

Rio Paraopeba logo após a tragédia de Brumadinho -  "Mais vale procurar refúgio em Deus do que nos grandes da Terra" (Salmo 117, de David): é a mensagem que nos manda de Belo Horizonte (Minas Gerais) José Resende


Esta mensagem  e a música de Paula Fernandes de Sousa são uma manifestação sensível e portanto profunda para que toque a alma dos responsáveis (empresas e governos) pelo megacrime que o movimento ecológico, científico, da não violência e da cidadania vem denunciando por aqui no blog da gente e em toda a mídia do Brasil e do planeta. Vamos todos à luta para mudar e avançar a realidade do país e da vida, com toda energia e paz. (Antônio de Pádua Silva Padinha)



Viver Não Vale Nada?...questiona Paula Fernandes



Confira no vídeo a música de Paula Fernandes e dias atrás postamos por aqui também a canção de Renato Goetten e Isamara, de Santa Catarina, Um canto para Brumadinho, também em protesto contra a violência lá em Minas Gerais, dentro da Grande BH. (Acesse nossa seção de comentários, já com novas atualizações, OK?)





Lobby das mineradoras  -  Eduardo Leão, que preside atualmente a ANM (Agência Nacional da Mineração) está até ele também, assim como cientistas e ecologistas, pedindo o fim no Brasil das barragens à montante como as de Brumadinho e de Mariana (existem 88 deste tipo em todo o país) porque não têm segurança ambiental nenhuma. No Canadá já foram extintas e tinham o apelido na mídia de "monstro silencioso", uma tecnologia defasada e de alto risco para a população e o meio ambiente, porém, dando um lucro ainda maior para as mineradoras bilionárias como o Vale às custas dos recursos minerais brasileiros. O engenheiro Eduardo Leão cita como causas do megadesastre de Brumadinho entraves à fiscalização, isso, devido ao lobby da mineração junto a autoridades governamentais e políticas (que financiou candidaturas ao Congresso Nacional, como a gente mostrou aqui no blog antes),  a falhas na legislação brasileira e falta duma estrutura sustentável, capaz de um equilíbrio entre os interesses econômicos com os ecológicos. E deu no que deu. Urgente mudar e avançar a realidade brasileira também neste setor que tem sido um foco de grande violência para a nossa natureza e a população. Até hoje, quinta feira, 157 mortos e 182 desaparecidos nesta tragédia ambiental. 



 Tragédia da mineração é tema de charges críticas na mídia de todo o planeta



Fontes: setelagoas.com.br - UOL - G1
              folhaverdenews.com


15 comentários:

  1. Logo mais, estaremos postando aqui mesnagens e comentários que já começamos a receber sobre a iniciativa feliz de Paula Fernandes de lutar contra esta tragédia socioambiental, mais uma, em Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  2. Você pode por direto aqui o seu comentário ou se preferir ou precisar envie o conteúdo pro e-mail da redação deste nosso blog da ecologia navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Vídeos, fotos, material de informação, críticas, sugestões de pauta você pode também contatar o ecologista nosso editor pelo e-mail padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Mais tarde e em especial na edição de amanhã, a edição de comentários, hoje, aqui, o primeiro que chegou até nós, confira. "Uma grande música, a voz de Paula Fernandes se eterniza de vez com esta canção, alma da nossa Minas Gerais": comentário de José Reis, estudante da UFMG em Belo Horizonte.

    ResponderExcluir
  5. "Um bom momento da música brasileira, reabilitando aquele espírito crítico e poético que tinha anos atrás, muito bom que todos os setores da população estejam se manifestando contra o absurdo da mineração sem segurança no país": comentário de Maria Helena Ibarra, geóloga que faz um relato sobre as várias formas de mineração, "sendo a pior a opção de barragens tipo a de Brumadinho e outras em MInas Gerais".

    ResponderExcluir
  6. "Um Canto Para Brumadinho é romântico e toca a gente mas a canção de Paula Fernandes realmente vai fundo na questão e já passou da hora de mudarmos a realidade brasileira e não só do setor da mineração": comentário de João Peres Carvalho, engenheiro civil pela UFRJ.

    ResponderExcluir
  7. "No inglês The Guardian, no espanhol El Pais, no americano The New York Times, no francês Le Monde continuam as matérias e as críticas ao que aconteceu em Brudaminho no Brasil": comentário extraído de emissão da BBC News, a repercussão continua também na mídia brasileira, com informações bem críticas na Folha de São Paulo e no site Uol.

    ResponderExcluir
  8. "O Supremo Tribunal Federal, em nome do Poder Judiciário, manifesta pesar pela perda das vidas na região de Brumadinho, em Minas Gerais, em decorrência da tragédia do rompimento da barragem. O Poder Judiciário revela a sua solidariedade às famílias das vítimas e aos moradores da região. Roga às autoridades que empenhem toda sua estrutura para encontrar os desaparecidos e espera a apuração das responsabilidades em tempo célere, para que o Judiciário possa dar a essa população desvalida uma resposta judicial efetiva de tutela da vida humana e do meio ambiente, valores consagrados na Constituição Federal brasileira": nota oficial do Supremo Tribunal Federal (STF) em Brasília, citando também o exercício dos direitos da cidadania.

    ResponderExcluir
  9. "Não é desastre ambiental. É negligência, é ganância, descaso, é cruel, é a certeza da impunidade. É crime mesmo": comentário de Bruna Marquezine, atriz da Rede Globo, que depois elogioi também a música de Paula Fernandes, tema hoje aqui no blog do movimento ecológico, científico, da não violência e da cidadania.

    ResponderExcluir
  10. "A mineração predatória já tinha produzido o crime de Mariana. Agora, em Brumadinho. A Vale simplesmente "lamentar o incidente" é de um lá hipocrisia atroz. Há tempos os riscos das barragens estão sendo denunciados, já tinha acontecido em Mariana e nada foi feito. São criminosos": comentário de Paulo Boulos, líder nacional do PSOL.

    ResponderExcluir
  11. "É com tristeza e revolta que estamos denunciando o desastre em Brumadinho por conta do rompimento da barragem de rejeitos da Vale. Uma equipe do Greenpeace seguirá no local e em breve compartilharemos mais informações com vocês que também lutam por uma realidade mais humana e ecológica no Brasil": resumo do comentário do Greenpeace.

    ResponderExcluir
  12. "Toda nossa solidariedade aos atingidos e aos moradores de Brumadinho, na bacia do rio Paraopeba, que é formadora do Rio São Francisco. Estamos fazendo medições da qualidade da água em mais essa tragédia anunciada. Isso é muito triste. Os responsáveis não podem ficar impunes!": comentário em nota oficial da entidade SOS Mata Atlântica.

    ResponderExcluir
  13. "O Sistema das Nações Unidas (ONU) no Brasil apresentou desde o primeiro instante seu profundo pesar e solidariedade aos familiares das vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais no Brasil. A ONU lamenta as perdas de vidas e os significativos danos ao meio ambiente e assentamentos humanos. O Sistema ONU já se colocou à disposição para apoiar as ações das autoridades brasileiras na rápida remoção das vítimas e no estabelecimento de condições dignas aos eventuais desabrigados e à população atingida. A rigorosa apuração dos fatos que levaram a essa tragédia será acompanhada atentamente por nós e por toda a comunidade mundial": comentário a partir do comunicado da Organização das Nações Unidas (ONU)

    ResponderExcluir
  14. "As nossas tragédias se repetem. As famílias de Brumadinho enfrentando o mesmo sofrimento que as de Mariana, há 3 anos. Os conflitos serão os mesmos. Gente simples tentando reaver o que perdeu, enquanto empresas bilionárias tentam criar as justificativas para a tragédia, eximindo-se do erro": comentário de Fábio de Melo, padre.

    ResponderExcluir
  15. "Que tristeza Brumadinho. Meus sinceros sentimentos a todas as vítimas e seus familiares. Que Deus guie agora as equipes de resgate. Três anos depois do crime de Mariana, assistimos uma nova tragédia. A impunidade gera essa repetição, ainda bem que há os que criticam e protestam sobra esta situação": comentário de Leandra Leal, atriz brasileira.

    ResponderExcluir

Translation

translation